09/08/2013 11:00
Ele é a verdade e a vida

“Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós. Por isso façamos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da maldade e da malícia, mas com os ázimos da sinceridade e da verdade.”

(1 Coríntios 5:7-8)

Muito bem meus amados, aqui estamos para comunicar com você mais uma porção da Palavra de Deus. O nosso desejo é que você esteja com o coração aberto, pronto para ser visitado por Deus através desta ministração.

 

Hoje há uma certo adágio popular que considera o dia 1º de abril o “dia da mentira”, claro que as pessoas começam com uma certa brincadeira, e isto vai crescendo no seio da sociedade. O ser humano é muito propenso a este tipo de expediente, mas eu tenho uma Palavra de Deus hoje que vai refutar esta tentativa do homem em não se firmar na verdade, e viver dentro de uma certa forma, dentro de um ambiente de mentiras, de inverdades, de falta de sinceridade na vida.

Jesus Cristo quando esteve neste mundo, ao falar com os fariseus, Ele foi incisivo em combater a mentira. Quando Ele se referia ao inimigo de nossas almas, a satanás, Jesus falou que o diabo nunca se firmou na verdade, quando ele fala a mentira fala do que é próprio, porque ele é o mentiroso, e, aliás Jesus foi firme quando disse: “ele é o pai da mentira” (João 8:44).

Se Deus é a verdade, e o próprio Jesus um dia expressou: “Eu sou a verdade”, então o diabo é exatamente a mentira.(João 14:6) Daqui a gente começa a iniciar uma conjectura que nós, o povo de Deus, as pessoas que conhecem a verdade, jamais podem usar o expediente chamado mentira.


A palavra que eu tenho lido fala de “ázimos da sinceridade e da verdade”, querendo com isso dizer que outrora, no passado sem Jesus nós vivíamos em uma vida de completa falsidade, nos firmávamos sempre na mentira. Mas hoje, temos que fazer festa, nos alegrar e nos conduzir com os ázimos da sinceridade e da verdade, porque o Senhor Jesus é a nossa páscoa, foi sacrificado por nós, para que possamos conhecer a verdade da Palavra do Senhor e nela nos firmar.(João 14:6) O problema do mentiroso é que ele jamais sai desse espaço, porque é claro que uma pessoa para sustentar uma mentira tem que falar muitas outras mentiras, “um abismo chama outro abismo” e a pessoa nunca se firma na verdade (Salmos 42:7).


Para cobrir uma mentira o homem inventa uma mentira cada vez maior, assim vive a maior parte da verdade. Lá em Provérbios fala que “todo homem é uma mentira”, ele não vive somente na insegurança com relação à verdade, mas ele próprio encarna a figura da mentira, isto é muito ruim, porque o homem está exatamente seguindo princípios estabelecidos não por Deus, mas pelo “pai da mentira”. Paulo repetidas vezes, combate esta conduta na vida do povo de Deus, ele fala: “Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu companheiro”. (Efésios 4:25) Seria muito bom se vivessemos e criassemos um ambiente de verdade cristalina, absoluta e constante. Isto nos iria eliminar uma vida de falsidade, engano e de insegurança, porque quando você vive em um ambiente de mentira, você nunca pode confiar em ninguém; não pode confiar na mídia, na imprensa, nos políticos, nas autoridades, na sociedade, no comércio, na indústria, porque sa-bemos que há um princípio de inverdade em todos os produtos, em todas as falas, porque “o mundo jaz no maligno.” (I João 5:19).


Então a expressão de Paulo é coerente, nós que conhecemos Jesus e a Palavra de Deus, devemos deixar a mentira e falar a verdade cada um com o seu companheiro. O problema do mentiroso é que há uma sentença terrível so-bre ele, lá em Apocalipse fala “e ficarão fora dos céus....todo aquele que ama e comete a mentira” (Apocalipse 22:15).


Lugar de mentiroso não é no céu, então há uma condenação terrível para aqueles que vivem nesta situação. Por isso, que hoje me veio ao coração convidar o povo de Deus, incitar os santos, e você que lê este artigo, para que possamos nos firmar nos princípios da verdade. A Palavra de Deus diz que “nada podemos contra a verdade, senão em favor dela”. (2 Coríntios 13:8) Porque “a mentira tem pernas curtas”, ela não vai muito longe, logo a pessoa é desmascarada, e vê que entrou em uma situação que irá levá-la ao engano e ao abismo.


Devemos deixar de brincadeiras em relação à esta expressão “mentira”e nos firmar na verdade da Palavra de Deus. Nós sabemos que um dia Deus usou um profeta lá no Antigo Testamento para dizer “Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa”. (Números 23:19) Isto mostra o caráter de Deus. O mentir é próprio do homem decaído, do homem sem Deus, porque “Deus não é homem, para que minta”, o Senhor só fala a verdade, está aí o descanso que eu e você podemos ter quando nos relacionamos com aquele que é verdadeiro, sincero, que não se arrepende, que se firma em uma promessa para nós e não se esquece dela. Porque “Se formos infiéis, ele permanece fiel”. (2 Timóteo 2:13) “A corda do lado de Deus não se arrebenta”, porque Deus está pronto a honrar aquela posição que Ele definiu em relação ao homem, o homem que muitas vezes vira as costas para Deus, que ama e pratica a mentira.


É interessante observar isto, porque o problema e a conde-nação vem, não somente para aquela pessoa que pratica a mentira, só de amar ele já está condenado. Muita vezes você tem prazer e satisfação em assistir um programa televisivo, um filme, uma situação que sabidamente é uma mentira, e você ama assistir aquela novela, aquela situação. Isto é muito sério, porque o princípio, a origem, a natureza da mentira é o diabo, é satanás, daí nós temos que nos firmar na verdade, isto é, adquirindo o caráter de Deus, permitindo que Cristo seja formado em nós. “Deus não é homem, para que minta”, os homens e mulheres de Deus também precisam ter o mesmo comportamento de Deus, que possamos confiar uns nos outros.


Seria muito bom se de re-pente todos os homens e todas as mulheres resolvessem falar a verdade e somente a verdade. Isto é até um princípio estabelecido na justiça quando alguém é intimado, tem que fazer um juramento: “jura falar a verdade, somente a verdade, nada a mais do que a verdade”, e a pessoa afirma: “juro”. Deveria ser um comporta-mento tranquilo, normal, mas tal é o homem, que precisa fazer um juramento para que a palavra dele seja em vista de verdade, de algo sincero e verdadeiro.


Nós precisamos buscar hoje, a natureza de Deus, o caráter de Cristo Jesus, para que possamos ser confiáveis. A Palavra de Deus na boca do homem de Deus tem que ser a verdade, isto foi dito a respeito do profeta Elias quando a mulher deu testemunho a respeito dele “eis aí o homem de Deus e a Palavra do Senhor em sua boca é a verdade”, não é um profeta mentiroso, não é um pregador mentiroso, não é um crente mentiroso, não é uma religião mentirosa, não, a Palavra de Deus na boca é a verdade.


Quando a igreja fala pode acreditar, quando o homem fala, pode crer, porque ele fala a ex-pressão de Deus, ele é tal como o Senhor Jeová, Deus verdadeiro. Por isso que a Palavra está dizendo para nós hoje, deixemos a mentira, falemos a verdade cada um para o seu companheiro, isto cria um ambiente de tranquilidade e de confiança.


Receba esta palavra, como Palavra de Deus para sua vida, para sua família e para o seu sucesso na vida.
Que Deus lhe abençoe em o nome de Jesus!

 


Pr. Dr. Oídes José do Carmo. Presidente do Campo Campinas e da Convenção Estadual dos Ministros Evangélicos das Assembleias de Deus em Goiás (CONEMAD/GO).

Pr. Oídes José do Carmo

Prª. Neusa César Carmo

Galeria de Fotos

BATISMO NAS ÁGUAS [Fevereiro/2017]

CONSAGRAÇÃO DE OBREIROS

Cinquentenário do Coral Harmonia Celeste

4º Seminário de Mulheres do Campo de Campinas

BATISMO NAS ÁGUAS [OUTUBRO/2016]

CONGRESSO INFANTIL 2016

Segundo dia da 'Conferência Missionária' do Campo de Campinas - Noite

Segundo dia da 'Conferência Missionária' do Campo de Campinas - Manhã

Primeiro dia da 'Conferência Missionária' do Campo de Campinas.

Aniversário do Pastor Oídes José do Carmo [2016]